VUVUZELA

27 de jun de 2010

Paródia da música Festa (Ivete Sangalo)


E Vai rolar um gol
             Grupo: Monick Mengali e Mayra Laiza Ponciano
                                                                                6ªM1
Festa na África
Pode vim, pode chegar
Misturando o mundo inteiro,
Vamos vê no que é que dá

Hoje tem jogo 
Na  África do Sul
Pode vim,pode chegar
Misturando o mundo inteiro,
vamos vê no que é que dá

Tem gente de toda cor
Tem raça de toda Fé
Bola pra fazer um gol
Vuvuzela  pra  tocar Mané
Vai Lá,vai ver...

E o povo começa a gritar
E o campo começa a tremer
O jogador mandou avisar
Avisou!,avisou!,avisou!avisou...

Que vai rolar um gol... vai rolar
O mundo inteiro vai vuvuzelar...





Aprenda a diferenciar uma corneta comum de uma vuvuzela

Músico explica que a vuvuzela tem o som mais estridente que a corneta.
Emendas e encaixes prejudicam o desempenho.



Em época de Copa do Mundo na África do Sul, a torcida brasileira ganhou um importante reforço: o das vuvuzelas. As barulhentas cornetas são um sucesso de vendas. Várias lojas da região da Rua 25 de Março não as têm mais em seus estoques. Porém, muita gente não sabe qual a diferença entre uma vuvuzela e uma corneta comum.

“Para mim corneta e vuvuzela é a mesma coisa. Elas fazem muito barulho e incomodam”, afirmou o taxista João Evangelista de Lima, 70 anos.

A vuvuzela tem um som diferenciado. “Seu som é mais estridente, mais agudo. É diferente do cornetão brasileiro, que tem o som mais grave”, explicou o trompetista Sílvio Flórido da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo.

O trompetista, que analisou meia dúzia de cornetas encontradas na região central de São Paulo, disse que o tamanho também pode ajudar o consumidor a identificar uma vuvuzela. “Ela é menor que o cornetão”, disse.

O músico disse ainda que o torcedor que quiser fazer bastante barulho durante os jogos deve estar atento a alguns detalhes que podem prejudicar o desempenho da sua corneta.

É recomendável evitar as vuvuzelas com acabamento mal feito e com muitas emendas, porque eles prejudicam a propagação do som. “O encaixe [da campana] facilita o transporte, mas prejudica o som”, observou o músico ao testar uma das cornetas.

Os modelos que possuem uma espécie de apito também não foram aprovados por Sílvio. “Sem o apito o som sai muito melhor”, constatou o trompetista.



0 comentários: